22/06/2016 às 20h29min - Atualizada em 22/06/2016 às 20h29min

Feira Livre completa dois anos e movimenta mais de R$ 40 mil por mês

Coordenadoria de Comunicação - PMPK

 

A Feira Livre Municipal de Presidente Kennedy completa dois anos no dia 23 de junho. Nesse período, se consolidou como um projeto bem sucedido, que garante renda regular a 50 agricultores familiares. 

As mulheres aderiram desde o primeiro momento e contam que sempre trabalharam na roça, mas que o resultado financeiro não era tão bom, mas quando entrava dinheiro, a renda era da família, não delas. E que a Feira mudou essa realidade porque agora têm uma renda certa, e podem fazer planos.

Hoje alguns produtores chegam a receber cerca de R$ 5 mil por mês, apenas com as vendas oriundas do Ticket Feira, benefício concedido a 600 famílias em situação de vulnerabilidade social.

São R$ 40 mil por mês apenas do ticket circulando na feira, informa Ricardo Cordeiro, Secretário de Assistência Social. Num espaço ocupado por famílias inteiras, é comum ouvir histórias da diferença que o espaço de comercialização semanal fez na vida do agricultor familiar, alguns que nem acreditavam tanto na viabilidade do espaço.

É o caso de Edson dos Santos Faria( Edinho)  e Efraim Henriques Calheira, moradores da comunidade de Fazendinha, que têm histórias em comum: ambos resistiram em aderir ao projeto por não acreditar que receberiam o suporte prometido, que parecia bom demais para ser verdade.

Contam que só se interessaram após a ida das mulheres, que apresentaram os primeiros resultados financeiros. “ Eu não acreditava em promessa de Prefeitura. Descrédito total mesmo. Só entrei quando vi que estava dando certo e a mulher não estava dando conta. Aí entrei de corpo e alma”, relata Edinho.

Com renda garantida, ele já faz planos do que fazer com o dinheiro recebido: uma reforma na casa. Ele planta quiabo, cebolinha, couve, alface, entre outros produtos, e ainda vende ovos caipira.

A seca do ano passado prejudicou, mas está otimista que não terá problemas esse ano, pois foi perfurado um poço com água abundante em sua propriedade. “Essa feira é 100%. Era diarista, mas a feira me deu condições de praticamente deixar a atividade. Recebemos todo o suporte da Prefeitura”.

Efraim também chegou depois. Era produtor de leite, mas teve que vender o gado por causa da seca. “Vendi meus animais e meu carro. Hoje já repus parte do rebanho e comprei outro carro. Por causa da feira, organizei muita coisa. Botei muita coisa no lugar. Mas realmente não acreditava que ela desse resultado.”

Ele voltou a tirar leite, mas não ganha nem um salário mínimo. Na feira vende banana prata, nanica e da terra, seu carro chefe, além de legumes, verduras e frutas variadas, todas colhidas na pequena propriedade, o que assegura uma renda regular e o permite sonhar em construir umas casinhas nos terrenos que adquiriu quando vendeu suas vacas.

Conta que se não fosse a Feira, já teria largado tudo para procurar trabalho fora. “ A Feira foi a solução do problema dos pequenos agricultores”. Efraim está tão empolgado que faz experimentos variados. Plantou morango, incomum para a região, e castanha do pará. O objetivo é ter, mesmo que a médio e longo prazo, novos produtos para oferecer aos seus clientes.

A Prefeitura oferece suporte completo aos feirantes: insumos e sementes, transporte de ida e volta , transporte dos produtos,  as barracas, que são iluminadas, montadas  e desmontadas por equipe da Prefeitura, além de assistência técnica.

Por causa da crise hídrica, foram perfurados poços semiartesianos em todas as propriedades, doadas motobombas, além de cisternas para captação de água da chuva.

Os produtores passam por cursos regulares oferecidos pela Secretaria de Desenvolvimento, em parceria com o Sebrae, para que aprendam a agregar valor aos produtos e à atividade.

Além de furtas, verduras e legumes,  podem ser encontrados na Feira produtores da agroindústria, artesãos e barracas de gastronomia. O local se tornou ponto de encontro das famílias todas as quintas-feiras, quando o encontro semanal é encerrado com um show.

O show comemorativo será com a Banda Garotos Tradição e a dupla  Edinho Ferreira e Eraldo Viola.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp