31/08/2021 às 09h58min - Atualizada em 31/08/2021 às 09h58min

Homem que se passava por personal trainer é preso ao enviar anabolizantes pelos Correios

A Delegacia de Repressão à Entorpecentes da Polícia Federal acompanhou o momento em que suspeito fazia a entrega do produto e efetuou a prisão

Um homem foi preso após tentar enviar anabolizantes pelos Correios na segunda-feira (30), em Vila Velha. Ao todo, foram apreendidas cerca de 200 ampolas de anabolizantes diversos.

Para os policiais, ele contou que apesar de não ter formação na área, trabalha como personal trainer e compra os anabolizantes de outra pessoa para revender em quantidades menores para todo o Brasil.

A investigação teve início após a denúncia da empresa referente a suspeita de várias caixas que aparentavam ser um material irregular. Os pacotes estavam previstos para serem entregues para vários Estados.

Após a denuncia, a Delegacia de Repressão à Entorpecentes da Polícia Federal, responsável pelo caso, acompanhou o momento em que suspeito fazia a entrega do produto ilegal e efetuou a prisão em flagrante.

O indivíduo vai responder criminalmente por contrabando à saúde pública. A pena para esse tipo de crime varia de 2 a 5 anos de reclusão para o primeiro e de 10 a 15 anos de reclusão para o segundo.

A Polícia Federal, junto ao setor de segurança dos Correios, estão atentos ao uso ilegal de seus serviços para o cometimento de crimes. Agora as investigações prosseguem buscando de mais provas, bem como determinar se há o envolvimento de mais pessoas.

Esse tipo de delito é considerados de grave potencial ofensivo. Segundo a polícia, especialmente porque são os jovens, em sua maioria, os destinatários desses produtos.

Além disso, a Polícia Federal também alerta aos compradores e usuários de anabolizantes que esse tipo de material pode causar graves danos à saúde quando não prescritos por um médico, se tornando ainda mais perigoso quando não se tem conhecimento de sua procedência. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp