29/01/2016 às 08h53min - Atualizada em 29/01/2016 às 08h53min

Combate à dengue: cuidados devem ser redobrados

Coordenadoria de Comunicação - PMPK

A participação dos moradores no esforço de combate aos focos do mosquito Aedes aegypti, que causa dengue, febre chikungunya e zika vírus,  é fundamental para o sucesso das ações implementadas pela Prefeitura para diminuir os casos confirmados e suspeitos de dengue, numa estação de muitas chuvas, propícia ao desnevolvimento de focos desse e de outros mosquitos.

Deivis Oliveira Guimarães, secretário de Saúde, informa que além da Decretação do Estado de Emergência e da implantação do Disque Dengue (3535-1447), foi criada a Comissão Permanente de Combate à Dengue com o objetivo principal de planejar e acompanhar as ações educacionais e de erradicação do vetor e focos em todo município.

O município já adquiriu cinco mil repelentes para distribuição gratuita à população, está adquirindo kits de teste rápido para detecção da dengue e chikungunya  e está contratando mais 30 agentes de endemias.

Ações de combate e prevenção foram realizadas durante todo o ano de 2015 e intensificadas no mês de dezembro, quando foram realizados mutirões de limpeza na Sede e nas comunidades do interior.

Além disso, a população foi mobilizada e orientada também através de passeata, distribuição de folhetos explicativos nas residências, comércios e igrejas, e palestras em escolas e unidades de saúde.

“Todos os nossos esforços não foram suficientes para diminuir o número de notificações, que alcançaram  401 casos em dezembro”, lamenta Deivis.

Mas ele afirma que o aumento abrupto dos casos notificados de suspeita de dengue, e o crescimento expressivo de casos confirmados frente à mesma semana epidemiológica de 2014, deve-se principalmente ao trabalho de treinamento e capacitação de toda a equipe.

Deivis afirma que há subnotificação em todo o país e que a orientação à equipe  é  para que isso não aconteça em Presidente Kennedy. 

“ Todas as equipes atuam diariamente no combate aos focos, e também na identificação de possíveis criadouros, mas infelizmente, nas buscas ativas, a cada dia encontramos novos criadouros nas residências”.

O Secretário diz que são identificados em média um reservatório com risco de criadouro a cada quatro residências visitadas, e localizados dezenas de focos nos imóveis da Sede durante as buscas e ações de mutirão.

 

Confira as ações adotadas pela Prefeitura para erradicar o mosquito da dengue:

- Realização de 100% da rotina padronizada pelo Ministério da Saúde, como bloqueios, busca ativa, educação nas escolas, visitas às comunidades e uso do carro fumacê (Termonebulizador) emprestado do município de Itapemirim;

- No decorrer do mês de Dezembro - Captura de mosquito adulto nas áreas mais infestadas com o vetor, e números de notificação de dengue em 1.900 Imóveis.

- Trabalho de bloqueio de focos (trabalho nas residências, dos bairro onde encontra-se foco positivo para o Aedes).

- Trabalho de bloqueio de casos (trabalho nas residências onde existe pessoas com suspeita de dengue).

- Trabalho do último ciclo bimestral.

- Em janeiro já foi reiniciado o trabalho de visita domiciliar do 1º Ciclo.

- Aquisição de um termonebulizador

- Número de imóveis alcançados pelo termonebulizados veicular:

 

Data

Localidade

Imóveis

30/11/2015

Sede

2.340

02/12/2015

Sede

2.340

03/12/2015

Santa Lúcia

280

03/12/2015

São Salvador

195

08/12/2015

Jaqueira

480

08/12/2015

Areinha

310

11/12/2015

Campo novo

260

11/12/2015

Praia de Marobá

560

11/12/2015

Nova Marobá

250

13/12/2015

Sede

2.340

23/12/2015

São Paulo

295

23/12/2015

Criador

110

23/12/2015

Praia das Neves

525

24/12/2015

Santo Eduardo

310

27/12/2015

Sede

2.340

28/12/2015

Boa Esperança

220

28/12/2015

Cacimbinha

190

 

TOTAL DE HORAS:  122 H

 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp