06/04/2021 às 09h22min - Atualizada em 06/04/2021 às 10h20min

Estudos de mercado apontam crescimento do YouTube em 2021

Segundo pesquisas divulgadas recentemente, o YouTube ainda é a maior plataforma de vídeos do planeta e, também, a ferramenta mais importante para impulsionar negócios no meio digital.

DINO
https://gorank.com.br/

Quando o YouTube foi criado, em 2005, pouco se sabia sobre a tecnologia do streaming, que permite assistir a vídeos sob demanda, e acabou revolucionando a forma de se consumir conteúdo audiovisual.

Mas muita coisa já evoluiu desde então. Com a aquisição do YouTube pelo Google, em outubro de 2006, o que antes era um simples site de vídeos com pouca visibilidade, tornou-se um verdadeiro fenômeno da internet, atingindo a marca de mais de 2 bilhões de usuários mensais em todo o mundo. Hoje, além de ser a plataforma de vídeos mais acessada do mundo, o YouTube é o segundo website mais visitado de toda a web, atrás apenas do seu próprio dono.

Pesquisas de mercado elaboradas por empresas de renome no marketing digital, como Hubspot e o próprio Google, demonstram que o sucesso da plataforma está longe de ter um fim. Com a população ficando mais tempo em casa, o consumo de vídeos na internet cresceu ainda mais, elevando os números do YouTube a resultados nunca vistos antes.

Marco Bürgin, especialista em YouTube na GoRank, consultoria especializada em desenvolver estratégias para crescimento de canais no YouTube, acredita que isso só reforça a importância do conteúdo audiovisual nas estratégias de marketing digital das empresas. “No YouTube, é possível alcançar todos os tipos de público, a qualquer hora, 24 horas por dia, 365 dias por ano. Então, ter um canal de vídeos na plataforma é fundamental para conquistar mais visibilidade, construir sua marca e fazer negócios on-line”, diz ele. 

 

Brasil está em segundo lugar em número de horas assistidas

Um levantamento feito pela empresa Hubspot, nos Estados Unidos, constatou que os usuários consomem mais de 1 bilhão de horas de vídeos no YouTube todos os dias, no mundo todo. Com isso, ele já alcançou o posto de segunda mídia social mais utilizada. O Facebook ainda aparece em primeiro lugar.

O Brasil está entre os países que mais utilizam a plataforma, reunindo cerca de 105 milhões de usuários mensais. O Brasil já é vice-campeão mundial em horas assistidas, — perdendo apenas para os Estados Unidos —, segundo pesquisa divulgada pelo Google Brasil. 

 

Pandemia contribuiu para o avanço da plataforma

A necessidade de passar mais tempo em casa e a prática do home office durante a pandemia foi um fator decisivo para o aumento da audiência do YouTube no ano passado. Ainda de acordo com a pesquisa da Hubspot, as livestreams, ou as famosas “lives” tiveram um crescimento de 45% no primeiro semestre de 2020. 

Com o cancelamento dos eventos presenciais, a transmissão de eventos ao vivo pela internet acabou se tornando o único meio possível para que artistas e empresas de diversos segmentos conseguissem se conectar com seus públicos. 

No entanto, os números apresentados pelo Hubspot mostram que a busca por entretenimento é apenas uma das razões para o sucesso do YouTube, já que 72% das pessoas utilizaram os vídeos para a prática de atividade física, por exemplo. As buscas do tipo “como malhar em casa” aumentaram 515% desde março de 2020, assim como vídeos de dança. O mesmo aconteceu com conteúdos relacionados ao home office, cuja procura aumentou 210%. 

Entre os brasileiros pesquisados pelo Google, a grande maioria afirmou que está passando ainda mais tempo na plataforma devido ao isolamento social. 90% deles dizem utilizar o YouTube para aperfeiçoar uma habilidade e 52% para aprender algo novo.

 

Conteúdo do YouTube é o que mais influencia nas decisões de compra

O estudo realizado pelo Hubspot revelou, ainda, que 50,9% dos decisores de negócios nos Estados Unidos usam o YouTube para buscar informações sobre produtos ou serviços — mais até do que a página de busca do Google. 

E mais: 70% dos espectadores disseram ter adquirido algum produto ou serviço após terem visto a marca no YouTube. Portanto, os vídeos (reviews de produtos e serviços) exercem uma grande influência nas decisões de compra de empresas e consumidores. 

Para Marco Burgin, o poder do YouTube como ferramenta de vendas também é grande aqui no Brasil, mas as empresas daqui ainda precisam investir mais na produção de conteúdo audiovisual e em iniciativas para criar mais oportunidades de negócios na plataforma. 

"Muitos empreendedores ainda não consideram o YouTube em suas estratégias de marketing digital, mas os resultados dessas pesquisas deixam claro que ele é um item fundamental para qualquer segmento de negócio. Aqueles que o utilizam de maneira correta estão tendo grandes resultados, como aumento de faturamento e melhoria da imagem corporativa”, complementa o especialista. 



Website: https://gorank.com.br/
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp