31/03/2021 às 10h19min - Atualizada em 31/03/2021 às 11h20min

TCX lança índice de títulos em moeda de fronteira

O índice é o primeiro da história e promove uma nova classe de ativos

DINO

O The Currency Exchange Fund (TCX) lançou o primeiro índice de títulos em moeda de fronteira (TCX FI). O índice informativo monitora o desempenho dos eurobonds com grau de investimento vinculadosàmoeda de fronteira emitidos por instituições financeiras de desenvolvimento (multilaterais), como o Banco Africano de Desenvolvimento, BERD, FMO e IFC. Atualmente, o TCX FI cobre 77 títulos em 20 moedas de fronteira onde o TCX atuou como contraparte de hedge para o emissor. Durante um backtest de três anos, o índice superou um portfólio comparável de moedas de mercados emergentes em termos de risco-retorno e diversificação.

A singularidade do índice reside em sua exposição subjacente. Ele inclui moedas de fronteira, como o som (Uzbequistão), a lempira (Honduras), o xelim (Tanzânia) e o dong (Vietnã), que não são cobertas pelos índices existentes. O TCX calcula as informações de preço do título a partir da avaliação dos hedges do título em circulação em seus livros.

A dívida de fronteira está ganhando força entre os investidores em busca de geração de alfa e diversificação de portfólio. A classe de ativos continua subinvestida devidoàalta iliquidez, risco percebido e questões de acessibilidade.

O TCX foi criado especificamente para fornecer proteção contra risco cambial para tomadores de empréstimos em moeda forte em países onde o mercado não fornece soluções.

Os rendimentos das instituições de fundos de eurobônus vinculados a moedas de fronteira cuja missão é criar impacto nos países em desenvolvimento aplicam os critérios ESG mais elevados do setor. Liquidados em euros ou dólares, os títulos fornecem um caminho acessível para a exposiçãoàmoeda de fronteira com risco de crédito mínimo e nenhum risco de transferência e conversibilidade. O desenvolvimento do índice foi possível graças ao Ministério para Cooperação e Desenvolvimento (BMZ) da Alemanha.

Ruurd Brouwer, CEO do TCX afirmou:

“Os títulos em moeda de fronteira oferecem uma combinação única de risco de crédito de grau de investimento com o risco de mercado e o retorno de moedas do mercado de fronteira. Por meio do TCX, os títulos redistribuem o risco cambial de empresas e instituições financeiras em mercados de fronteira que não podem suportá-lo, a gestores de ativos e fundos de pensão no Ocidente que buscam o retorno adicional que vem com o risco. O índice é um passo importante para gerar visibilidade e transparência nesta classe de ativos de alto impacto, mostrando que o perfil real de risco-retorno é melhor do que o percebido”.

Informação contextual

TCX é uma instituição financeira internacional que oferece proteção monetária de longo prazo em mais de 100 mercados financeiros onde tais produtos não estão disponíveis ou são de difícil acesso. O Fundo iniciou suas operações em 2007 e, desde então, tem fornecido instrumentos de hedge por um volume total de US$ 8,5 bilhões, distribuídos em mais de 3,5 mil transações. O Fundo tem uma exposição de mais de US$ 5 bilhões em 60 moedas de mercados emergentes e de fronteira. Ao vender parcialmente essa exposição a investidores privados, a TCX cria mercados e dá a esses países acesso aos mercados internacionais de capital.

Site do TCX

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Lucero Cabrera

[email protected]


Fonte: BUSINESS WIRE
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp