16/03/2021 às 08h56min - Atualizada em 16/03/2021 às 09h20min

DataPlor lança base de dados de PMEs na América Latina com mais de cinco milhões de registros verificados

A dataPlor anunciou o lançamento de seu dataset na América Latina, expandindo a sua cobertura para países como Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e Peru.

DINO
https://www.trizpar.com.br/

A dataPlor, empresa líder em dados point-of-interest (POI) e de pequenas e médias empresas em mercados emergentes, anunciou este mês o lançamento do seu dataset para diversos países da América Latina, incluindo o Brasil. A oferta expande a cobertura regional da dataPlor no México para agora incluir milhões de novos registros de dados verificados no Brasil, Chile, Argentina, Colômbia e Peru.

Usando uma nova abordagem para coleta e validação de dados - incluindo uso de inteligência artificial e garantia de qualidade fornecida por verificação humana - a dataPlor expande sua entrega de dados para atender às necessidades de dados comerciais por empresas globais.

"Os conjuntos de dados de negócios em mercados emergentes são notoriamente imprecisos e incompletos", compartilhou Geoffrey Michener, CEO da dataPlor. "No entanto, esses dados impulsionam as experiências diárias do consumidor, como mapas e aplicativos de compartilhamento de viagens, bem como estratégias de expansão para corporações multinacionais."

Existem mais de 400 milhões de pequenas empresas no mundo e é difícil encontrar dados confiáveis destas empresas em mercados emergentes. As poucas bases que existem são incompletas e muitas vezes erradas. Os dados que os governos disponibilizam são muitas vezes ainda piores, por serem desatualizados.

Michener observou como a demanda por bases de dados regionais de vários países está aumentando, à medida que as empresas buscam capitalizar em contexto de economias emergentes de mercado, crescentes classes consumidoras e aumento da disponibilidade de tecnologia móvel e de banda larga. Notavelmente, em 2025, o mercado de dados geoespaciais deverá ultrapassar US$ 90 bilhões.

"Nossa base de dados do México é licenciada para algumas das maiores companhias do mundo e em várias indústrias. Também reconhecemos que as empresas estão ansiosas por mais. Embora o acesso a um único mercado seja bom, conjuntos de dados pan-regionais são ideais para se adequar aos modelos land-and-expand de produtos e serviços", compartilhou Michener.

Conforme a dataPlor expande a amplitude e a profundidade de suas ofertas de bases de dados, os exemplos de usos corporativos também aumentam. A companhia vê uma forte demanda de dados chegando de uma variedade de empresas, da área de seguros à financeira. Também são incluídos negócios de e-commerce, além daqueles de tecnologia de mapeamento e Geographic Information System (GIS), um sistema desenvolvido para armazenar e apresentar dados geográficos.

"Dados ricos e confiáveis ​​são uma vantagem competitiva", compartilha Aldo Bucio, Diretor de Operações da dataPlor na América Latina e Ásia-Pacífico. "As empresas precisam de dados regionais de amplo alcance para tudo, desde avaliação de riscos a insights sobre perfis de vendas". A dataPlor está gerando ativamente novos conjuntos de dados para outros mercados globais e espera anunciar a disponibilidade de produtos regionais adicionais no segundo trimestre de 2021.

A dataPlor ajuda empresas globais a terem sucesso em mercados emergentes, solucionando o problema da inexatidão de dados disponíveis sobre pequenos negócios. Contando com uma plataforma própria automatizada por inteligência artificial e com a verificação manual realizada por humanos, a dataPlor oferece licenças de acesso a datasets sobre mercados de difícil alcance. A empresa é apoiada por investidores proeminentes, incluindo Quest Venture Partners, ffVC e Space Capital.

Para saber como várias empresas da Fortune 100 utilizam os dados dataPlor no México e Brasil, basta visitar http://www.dataplor.com.



Website: https://www.trizpar.com.br/
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp