23/02/2021 às 15h09min - Atualizada em 24/02/2021 às 00h00min

Crescimento de 47% de provedoras de internet abre novos postos de trabalho no país

Para ocupar boa parte das vagas oferecidas pelas Provedoras de Pequeno Porte, a falta de experiência no setor não é fator determinante na hora de contratar um novo empregado.

DINO
http://www.brisanet.com.br

O recente crescimento no número de Provedoras de Pequeno Porte (PPPs) no país tem acendido a chama da esperança para quem está em busca de uma recolocação no mercado, mas esbarra na "falta de experiência". Dados divulgados pela Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrint) mostram que, na pandemia, a demanda pelos serviços de PPPs cresceu 47%, ou seja, 29% a mais do que a procura por grandes operadoras.

Só nos últimos quatro anos, mais de 300 empresas PPPs foram abertas e, com elas, foram gerados cerca de dez mil empregos, entre diretos e indiretos. Apenas a Brisanet, fundada em Pereiro (CE) e uma das três empresas do consórcio que administra o Cinturão Digital de Fibra Óptica no Ceará, conta com mais de seis mil funcionários.

Além das contratações crescentes, a falta de mão de obra qualificada faz com que o setor contrate profissionais sem experiência e forneça a devida capacitação. Exemplo disso é que só em 2020, dos cerca de 2.800 novos contratados pela Brisanet, 25% eram profissionais que buscavam o primeiro emprego. No total, a empresa tem cerca de seis mil colaboradores e 30% desse montante são profissionais que tiveram seu primeiro emprego formal na companhia.

A empresa, que nasceu na cidade de Pereiro no Interior do Ceará, já tem 22 anos de mercado, e sentiu o boom da demanda da internet por fibra óptica. Só em 2020, cresceu 80% em assinantes. Hoje está presente em 200 cidades nos estados do Ceará, Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

A Brisanet integra um mercado que só tem apresentado curva ascendente no país. Empresas como ela, os conhecidos provedores regionais de internet, foram responsáveis por levar serviços de Banda Larga com velocidades acima de 34 Mbps para mais de 6 milhões de novos domicílios só em 2020. Juntas, as PPPs ampliaram o acesso por fibra óptica em 73% no último ano e concentram cerca de 70% dos brasileiros que utilizam a internet via fibra óptica. A Brisanet por exemplo, nessa modalidade de acesso, detém 22% do market share na região Nordeste, liderando no ranking, à frente de grandes operadoras nacionais.

Para atender a demanda, hoje tem mais de seis mil colaboradores. Devido ao crescimento do mercado, só em 2020 realizou 2.800 novas contratações. Desses novos postos de trabalho que foram ocupados, quase 60% foram preenchidos por pessoas que não tinham experiência no setor.

Para Bruna Ramos, gerente de desenvolvimento da telecom, o objetivo é abrir portas para o mercado além de promover o crescimento contínuo dos colaboradores. "Para isso, é extremamente importante desenvolver o potencial individual das pessoas, sejam elas experientes ou recém-lançadas no mercado de trabalho."

Em 2021 a empresa ainda deve realizar novas contratações. "Estamos constantemente analisando, recrutando, selecionando talentos profissionais para compor o nosso quadro de funcionários e principalmente desenvolvendo-os para formação de carreira na nossa empresa como para também seu crescimento pessoal e profissional", avalia Bruna. A companhia tem uma estimativa que mensalmente, ao longo deste ano, 300 pessoas sejam contratadas.



Website: http://www.brisanet.com.br
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp