22/02/2021 às 06h03min - Atualizada em 22/02/2021 às 07h20min

REPLY: “Tudo-como-uma-interface” é o novo paradigma resultante da pesquisa “Novas Interfaces, Zero Interfaces” da Reply

DINO

A pandemia acelerou a tendência de adoção de novas interfaces nos campos do consumidor e profissional, de acordo com a nova pesquisa da Reply “Novas Interfaces, Zero Interfaces”, realizada através da plataforma proprietária de dados da Reply, Trend SONAR.

A pesquisa explora as perspectivas de desenvolvimento de interfaces de última geração que estão ganhando destaque neste novo normal, analisando estudos relevantes, artigos científicos e patentes publicados nos últimos dois anos, integrando-os com as experiências dos clientes da Reply.

Os smartphones e seus sistemas operacionais possibilitaram experiências completamente novas por quase 15 anos. Agora, o 5G, conectividade de alta velocidade, e a computação de borda serão os responsáveis por dar um impulso adicional para tecnologias de interface de usuário, como wearables, alto-falantes inteligentes, interfaces espaciais 3D, interfaces multimodais e cérebro-computador

“As empresas desenvolverão interações mais personalizadas e emocionais com os clientes, bem como novas formas de análise e de visualização das informações”, comentou Filippo Rizzante, CTO da Reply. “Olhando para os impactos da pandemia nas interfaces que usamos hoje, existem duas tendências que veremos crescer nos próximos meses, mais do que outras: uma demanda mais ampla por cuidados de saúde remotos e a necessidade de reduzir as interfaces de toque”.

A voz é a interface que está tendo o crescimento mais rápido, graças ao seu uso frequente na vida diária, através de alto-falantes e carros inteligentes. Ela também está sendo cada vez mais usada para fins de marketing, permitindo que marcas populares falem, literalmente, de forma direta com os consumidores - uma conexão muito mais íntima do que as oferecidas pelos pontos de contato tradicionais.

Setores, como o farmacêutico, moda, imobiliário e turismo estão implementando progressivamente tecnologias de realidade estendida, por meio de aplicativos móveis ou fones de ouvido especiais. A Realidade Estendida foi criada para aprimorar o treinamento e a colaboração no local de trabalho, oferecendo às equipes, maneiras muito melhores de se encontrar e compartilhar ideias e pensamentos em realidade virtual e aumentada.

Os wearables estão se tornando cada vez mais relevantes no campo das interfaces de uso diário. Anéis, óculos e “itens auditivos” podem ser conectados a assistentes inteligentes para ajudar na vida diária e monitorar comportamentos. Combinados com smartwatches de última geração, esses wearables podem se tornar a primeira alternativa completa e independente do ecossistema do consumidor ao smartphone.

O controle pelo olhar e pelo rastreamento dos olhos permitirão que as pessoas controlem, se comuniquem e interajam com as máquinas, com base nos padrões de movimento dos olhos, fixações e reações da pupila. A tecnologia da interface cérebro-computador (BCI) também está se acelerando. O foco ainda é predominantemente médico e científico, no entanto, sua difusão em outras áreas está aumentando, reduzindo os limites entre a computação e a biologia.

Na indústria da mobilidade, novas interfaces terão um papel crucial na segurança e proteção de motoristas e pedestres, usando novas tecnologias inteligentes para melhorar a segurança e as comunicações com outros usuários na estrada. Novas interfaces também tornarão os carros e caminhões mais customizados e preditivos. Além disso, a direção autônoma possibilitará um maior desenvolvimento do entretenimento e da publicidade nos veículos.

O desenvolvimento da interface relacionada ao varejo também está passando por mudanças sísmicas, ajudando os compradores a aproveitar os benefícios da compra física - tátil, sensorial e social - em espaços virtuais digitais que permitem compras fáceis e confortáveis, enquanto conduz a aquisição, retenção e fidelidade do cliente a novos patamares. O uso de interfaces de conversação e baseadas em Inteligência Artificial irá refinar a personalização de acordo com as necessidades de cada cliente. A IA e as tecnologias digitais permitem mais personalização para os clientes, desde a inspiração até a resolução de problemas de dimensionamento e prova no varejo de moda.

Com o aumento da integração de sensores e a incorporação natural do mundo circundante, as interfaces serão invisivelmente entrelaçadas na vida cotidiana e nos ambientes de trabalho, transformando qualquer coisa em uma interface, comunicando-se perfeitamente entre si e expandindo a cognição e os sentidos humanos.

Para mais informações, baixe a pesquisa completa “Novas Interfaces, Zero Interfaces”. Esta nova pesquisa faz parte da série Reply Market Research, que inclui as recentes “Da NuvemàBorda” e “Reiniciando a Longevidade”.

Reply
A Reply [MTA, STAR: REY, ISIN: IT0005282865] é especializada na concepção e implementação de soluções baseadas nos novos canais de comunicação e meios digitais. Com uma rede de empresas altamente especializadas, a Reply define e desenvolve modelos de negócios viabilizados pelos novos modelos de IA, big data, computação em nuvem, mídia digital e internet das coisas. A Reply fornece consultoria, integração de sistemas e serviços digitais para organizações nos segmentos de telecomunicações e mídia; indústria e serviços; bancos e seguros; e setores públicos. www.reply.com


Contato:

Contatos

Reply

Fabio Zappelli

[email protected]

Tel. +390117711594

Aaron Miani

[email protected]

Tel. +44 (0)20 7730 6000


Fonte: BUSINESS WIRE
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp