03/09/2015 às 17h12min - Atualizada em 03/09/2015 às 17h12min

Evento reúne mais de 100 judocas capixabas em intercâmbio esportivo em Vila Velha

O evento acontecerá no Colégio CEIC, em Vila Velha, a partir das 8 horas, e reunirá atletas de 5 a 17 anos, em três áreas de combate. O evento promete um intercâmbio esportivo

Folha Vitória

Cerca de 100 judocas de escolas do interior do Estado e da Grande Vitória participarão no próximo dia 12, em Vila Velha, de um intercâmbio da modalidade. O objetivo é promover o judô e incentivar os estudantes a praticar o esporte, que tem crescido consideravelmente no âmbito escolar, sendo o Espírito Santo referência.

O evento acontecerá no Colégio CEIC, em Vila Velha, a partir das 8h, e reunirá atletas de 5 a 17 anos, em três áreas de combate. De acordo com o professor e presidente da Federação Capixaba de Desporto Escolar (Fecade), responsável por promover o evento, Lidimar Marquez, a proposta é que mais competições como esta sejam realizadas para que os alunos possam vivenciar uma nova realidade e permanecer motivados a continuar no esporte. O Colégio CEIC na pessoa de seu Diretor Bruno Malta Moreira, disponibilizou toda sua estrutura e logística para que este evento aconteça da melhor forma possível.

“É possível verificar que o comportamento dos alunos que integram equipes e participam de treinamentos e competições é bem diferente frente a outros alunos. O esporte contribui para a disciplina, para a responsabilidade e para o trabalho em equipe - importantes para o sucesso escolar e para a vida. O judô, por exemplo, já tem esses princípios e, estes sendo iniciados desde a fase escolar, os benefícios são ainda maiores”, ressalta Lidimar.

Somente do município de Presidente Kennedy participarão 50 crianças pertencentes ao projeto Esporte para Todos, realizado pela Fecade nas escolas do município. O coordenador do projeto, Luiz Fernando D`Oliveira, explica que a ideia é fazer com que as crianças tenham a primeira experiência de uma competição fora da cidade.

“Os alunos nunca saíram de Presidente Kennedy para competir. No primeiro ano do projeto, nossa proposta foi treiná-los para ter uma experiência no esporte. Agora, neste segundo ano, vamos começar a levá-los para competições, pois já estão mais preparados e não há tanto risco de desmotivação por parte deles, em caso de perdas. Essas perdas, caso ocorram, servirão como forma de crescimento e para que eles entendam que fazem parte do esporte e da vida”, explica o professor.

Participarão também escolas de Cachoeiro de Itapemirim e de Vila Velha.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp