11/02/2021 às 08h47min - Atualizada em 11/02/2021 às 09h20min

Patient Safety Movement Foundation anuncia os vencedores do Prêmio Humanitário de 2020

Quatro pessoas foram reconhecidas por seus esforços para eliminar as mortes evitáveis de pacientes e ampliar a conscientização sobre o problema

DINO

A Patient Safety Movement Foundation (PSMF), entidade global sem fins lucrativos empenhada em eliminar as mortes evitáveis de pacientes até 2030, anunciou os vencedores do Prêmio Humanitário de 2020 (Humanitarian Awards) em uma cerimônia virtual realizada em 8 de fevereiro de 2021. Os vencedores foram Steve Burrows, Vonda Vaden Bates, Marty Hatlie e Barb Pelletreau. A cada ano, o Prêmio Humanitário reconhece líderes que obtiveram importantes progressos no ano passado para eliminar mortes evitáveis de pacientes ou ampliar a conscientização sobre o problema.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20210211005458/pt/

Steve Burrows, Vonda Vaden Bates, Marty Hatlie and Barb Pelletreau were recognized by the Patient Safety Movement Foundation for their efforts eliminating and raising awareness of preventable patient deaths (Photo: Business Wire)

Steve Burrows, Vonda Vaden Bates, Marty Hatlie and Barb Pelletreau were recognized by the Patient Safety Movement Foundation for their efforts eliminating and raising awareness of preventable patient deaths (Photo: Business Wire)

Steve Burrows, Vonda Vaden Bates, Marty Hatlie and Barb Pelletreau were recognized by the Patient Safety Movement Foundation for their efforts eliminating and raising awareness of preventable patient deaths (Photo: Business Wire)

“Para atingir nossa meta de eliminar completamente as mortes evitáveis de pacientes até 2030, é fundamental unir as pessoas e melhorar coletivamente a segurança de pacientes em todo o mundo”, declarou David B. Mayer, MD, CEO da Patient Safety Movement Foundation. “Temos a satisfação de homenagear essas pessoas por seus esforços notáveis para ampliar a conscientização pública sobre esse importante problema e melhorar a experiência dos pacientes para todos.”

Neste ano, os vencedores do Prêmio Humanitário foram homenageados em três categorias: o Prêmio Judie Burrows, o Prêmio Michael Seres e o Prêmio Steven Moreau. O Prêmio Judie Burrows foi criado para reconhecer uma pessoa que tenha contado uma história de dano ou morte evitável que haja gerado forte impacto na esfera pública no ano anterior. O Prêmio Michael Seres foi criado em homenagem a Michael Seres, que defendeu a segurança de pacientes por toda a vida e veio a falecer em maio de 2020. Esse prêmio reconhece uma pessoa que tenha contribuído para os avanços em envolvimento pessoal e familiar, conscientização e envolvimento públicos em matéria de segurança de pacientes. O Prêmio Steven Moreau é concedido a um administrador de hospital que se dedique a melhorar a segurança de pacientes em sua instituição. Foram os premiados deste ano:

  • Steve Burrows, escritor e diretor do aclamado documentário “Bleed Out”, foi reconhecido com o Prêmio Judie Burrows pela repercussão gerada por seu filme na HBO na divulgação dos problemas relacionados com a segurança de pacientes no domínio público. Seu documentário acompanha a história sua mãe, Judie Burrows, que sofreu um erro médico evitável durante uma cirurgia parcial de quadril que a afetou pelo resto de sua vida. Lançado em dezembro de 2018, “Bleed Out” já teve mais de 10 milhões de espectadores na HBO. Antes de seu lançamento, Burrows, sua esposa Margo e sua família pensavam que estavam sozinhos, mas logo nas primeiras 24 horas de exibição do filme, eles receberam milhares de mensagens no Facebook de estranhos que se sentiram identificados com a história de Judie Burrows.
  • Vonda Vaden Bates atua com veemência na promoção de conscientização e envolvimento públicos com relação ao problema das mortes evitáveis em hospitais desde que perdeu seu marido, Charles “Yogiraj” Bates II, para um tromboembolismo em 2012. Ela desempenou um papel fundamental na elaboração e no sucesso da campanha #uniteforsafecare, um esforço realizado em colaboração entre a Patient Safety Movement Foundation, a American Society of Anesthesiologists (ASA), o The Leapfrog Group e a International Society for Quality in Health Care (ISQua) com o objetivo de chamar atenção para melhorias de todo o sistema que assegurem melhores resultados para trabalhadores de saúde e a segurança de pacientes. Bates foi reconhecida com o Prêmio Michael Seres por seus esforços na promoção da conscientização pública e por ajudar a tornar um sucesso a campanha #uniteforsafecare e eventos realizados pela PSMF em setembro de 2020.
  • Marty Hatlie também foi homenageado com o Prêmio Michael Seres. Hatlie é um importante promotor da segurança de pacientes há muito tempo, desde que atuou como diretor executivo da National Patient Safety Foundation. No entanto, esse prêmio humanitário reconhece o trabalho exemplar que realizou nos últimos 12 meses. Hatlie copresidiu a Marcha pela Segurança dos Pacientes, que acabou se tornando a campanha #uniteforsafecare. Ele dedicou grande parte de seu tempo em 2019 e 2020 para lançar a iniciativa.
  • Barb Pelletreau,vice-presidente sênior de segurança de pacientes do CommonSpirit Health (formalmente conhecido como Dignity Health), recebeu o Prêmio Steven Moreau. Pelletreau foi reconhecida por sua liderança do agora sistema hospitalar que conta com mais de 150 unidades, no qual lidera iniciativas de melhoria da segurança de pacientes com transparência e franqueza. Sob sua liderança, o Dignity Health se tornou um hospital cinco estrelas da PSMF por estabelecer no ano passado compromissos em linha com as Soluções Acionáveis para a Segurança dos Pacientes (Actionable Patient Safety Solutions, APSS) fundamentadas em evidências da Patient Safety Movement Foundation, reafirmando assim sua dedicação e compromisso para eliminar as mortes evitáveis.

A Patient Safety Movement Foundation lançou o Prêmio Humanitário em 2013 para reconhecer pessoas cujo trabalho ajuda a promover a segurança de pacientes. Para saber mais sobre a premiação e os vencedores anteriores, acesse https://patientsafetymovement.org.

Para assistiràapresentação da premiação, acesse https://patient.sm/Humanitarian-Awards.

Sobre a Patient Safety Movement Foundation: Mais de 200 mil pessoas morrem desnecessariamente em hospitais dos Estados Unidos a cada ano. Em todo o mundo, 4,8 milhões de vidas são perdidas da mesma maneira. A Patient Safety Movement Foundation (PSMF) é uma entidade global sem fins lucrativos cuja missão é eliminar as mortes evitáveis decorrentes de erros hospitalares. A PSMF reúne de modo único pacientes e defensores de pacientes, provedores de cuidados de saúde, empresas de tecnologia médica, governo, empregadores e pagadores privados sob uma mesma causa. Desde suas Soluções Acionáveis para a Segurança dos Pacientes (Actionable Patient Safety Solutions, APSS) e o Compromisso de Dados Abertos (Open Data Pledge) do setor até sua Cúpula Mundial de Tecnologia, Ciência e Segurança do Paciente (World Patient Safety, Science & Technology Summit) e outras iniciativas, a PSMF não deixará de lutar até que se eliminem completamente as mortes evitáveis de pacientes. Para saber mais, acesse patientsafetymovement.org e siga a PSMF no LinkedIn, no Twitter, no Instagram e no Facebook.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Leslie Licano, Beyond Fifteen Communications, Inc.

[email protected] | (949) 733-8679 r.:101


Fonte: BUSINESS WIRE
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp