28/08/2015 às 11h45min - Atualizada em 28/08/2015 às 11h45min

Promotor atira para intimidar dupla que estaria o perseguindo em Marataízes

Folha Vitória

Um promotor de justiça de Marataízes, litoral sul do Estado, efetuou disparos em frente à casa dele, no bairro Xodó, na tentativa de intimidar dois suspeitos em uma moto, que estariam o perseguindo. O fato aconteceu por volta das 20h30 de quarta-feira (26), no momento em que o promotor, de 54 anos, voltava do trabalho.

De acordo com o delegado Djalma Lemos, que investiga o caso, o promotor disse que sentiu estar sendo seguido pelos dois ocupantes da moto, que estariam fazendo o mesmo trajeto que ele por várias ruas. Ao chegar na porta de casa, com medo de descer do veículo e sofrer algum atentado, o promotor, que estava armado, atirou para cima para assustar a dupla. Os dois suspeitos fugiram e ainda não foram localizados.

"Ele sentiu que estava sendo seguido, ficou preocupado e deu tiros para o alto para espantar os dois. Mas pode ser que não tenha sido nenhuma ameaça. Hoje em dia, com a violência que vivemos, andamos mais desconfiados mesmo. De qualquer forma estamos investigando e tentando localizar testemunhas que estiveram no local para saber se elas conseguiram identificar os suspeitos", frisou o delegado.

Djalma conta, no entanto, que os disparos acabaram provocando uma briga de vizinhos no local, envolvendo o próprio promotor. Segundo um delegado, um oficial da Polícia Militar mora no mesmo prédio que o promotor e desceu armado após ouvir os disparos.

"O oficial estava em casa e ouviu os tiros. Quando eles cessaram, o policial desceu armado para ver o que estava acontecendo. Logo depois chegou uma viatura da Polícia Militar, que alguém acionou, e os policiais da guarnição viram o oficial armado, mas não sabiam que ele era. Houve uma confusão no local e o oficial e o promotor acabaram discutindo, já que nunca se deram bem como vizinhos", contou Djalma.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp