05/02/2021 às 12h12min - Atualizada em 06/02/2021 às 00h00min

Sortimento do varejo deve acompanhar mudanças de hábito dos consumidores na pandemia

Nesse momento em que surgem novos hábitos, a revisão do sortimento de produtos no varejo é fundamental para garantir que as necessidades atuais dos consumidores estejam sendo atendidas. Nesse sentido, é preciso considerar alguns novos desafios para a revisão do sortimento.

DINO
https://www.sincovaga.com.br

A pandemia mudou e continua mudando o comportamento do consumidor. As visitas aos supermercados já não são tão frequentes, a preocupação com alimentação saudável aumentou, assim como a necessidade de criar momentos de bem-estar no meio de todo esse caos.

Nesse momento em que surgem novos hábitos, a revisão do sortimento de produtos no varejo é fundamental para garantir que as necessidades atuais dos consumidores estão sendo atendidas. Nesse sentido, é preciso considerar alguns novos desafios para a revisão do sortimento.

O primeiro é que consumidores estão sendo mais eficientes em suas compras. Segundo a Nielsen, os consumidores reduziram a frequência de visitas aos supermercados. O tempo de permanência nas lojas também diminuiu, mas o tíquete médio ficou mais alto na maioria dos formatos de varejo. "Tudo isso significa que o cliente está buscando ser mais eficiente e assertivo em suas visitas aos supermercados", diz Leila Okumura, cofundadora da Local.e, plataforma digital que conecta varejistas e marcas locais, facilitando a descoberta de novos produtos.

Com isso em mente, é fundamental repensar a organização da loja para ajudar o cliente a encontrar o que procura de maneira rápida; assim como evitar grandes variações nas exposições dos produtos. A menor frequência das visitas também requer uma revisão nos tamanhos das embalagens vendidas, já que o consumidor vai optar por tamanhos maiores para estocagem em casa.

Foco na saúde

Para Leila, outra tendência de destaque na pandemia se refere à maior preocupação dos consumidores com a alimentação saudável, a maneira que muitos encontraram para fortalecer o sistema imunológico e se protegerem do coronavírus. Assim, alimentos frescos e opções saudáveis tiveram um aumento significativo em vendas.

"Tanto que muitos varejistas já estão atentos a essa mudança e estão reforçando a linha de produtos saudáveis em seus estabelecimentos. Um exemplo é a rede Enxuto, que aumentou em 20% o número de SKUs da categoria de saudáveis e teve um aumento de 12% em vendas no segmento", diz a especialista da Local.e.

Na linha do "eu mereço", percebe-se também que em tempos de crise os consumidores procuram o bem-estar em itens de indulgência e bebidas alcoólicas. É fato que o consumo de bebidas aumentou drasticamente durante a pandemia. A Diageo - dona das marcas Johnnie Walker e Smirnoff - reportou um aumento em vendas de 33% durante o segundo semestre de 2020. Além disso, o consumidor tem buscado produtos que proporcionem a sensação de bem-estar e satisfação.

Essas mudanças pedem uma revisão na categoria de bebidas com o aumento da diversidade de produtos. Assim como maior sortimento de itens como doces e chocolates.

Deve ficar como lição ao varejista que durante esse período de incertezas e mudanças é importante uma revisão constante do sortimento de produtos. Para ajudar nessa tarefa, o Sincovaga e a Local.e se uniram na ‘Campanha Colaborar para Fortalecer’, disponibilizando gratuitamente uma plataforma com mais de 6.000 novos produtos para você diversificar o seu portfólio, e criaram um canal para atendimento aos varejistas interessados pelo site www.colaborarparafortalecer.com.br.




Website: https://www.sincovaga.com.br
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp