27/08/2015 às 07h44min - Atualizada em 27/08/2015 às 07h44min

"Deus me deu uma segunda chance", diz sobrevivente de explosão em tanque da Petrobras

Sobrevivente conta em áudio o momento que a caldeira de vapor da BR Distribuidora explodiu. A explosão matou duas pessoas e deixou ao menos três feridos

Folha Vitória

Um sobrevivente da explosão no tanque que alimenta a caldeira de vapor da BR Distribuidora que matou duas pessoas e feriu mais três nesta quarta-feira (26), no Porto de Tubarão, emVitória, contou por meio de áudio em um aplicativo de celular, os momentos de pânico e medo dentro do local após ver a bola de fogo que se formou.

“Foi a caldeira de vapor da BR Distribuidora, eu estava no tanque ao lado, número 602. Pode ter certeza que Deus me deu outra chance, porque a bola de fogo veio em cima de mim”, falou o rapaz. 

A explosão ocorreu por volta das 10h, dentro de uma caldeira de vapor, que fica no terminal de carfa e descarga da Petrobas, dentro do Porto de Tubarão em Vitória.

A equipe da TV Vitória sobrevoou o local a bordo do Trovão Azul e pode ver o local exato do acidente. Além da caldeira, uma extensa área onde o tanque de armazenamento ficava e até um veículo estacionado nas proximidades foram atingidos pelo fogo. 

Duas pessoas morreram na hora da explosão, Rubens Pereira Santos, de 43 anos e Ademilton Florêncio Burini, de 35 anos. Três ficaram feridas e foram levadas para um hospital particular especializado em queimaduras na Serra. Salomão Ruas Nepomuceno, 48, teve ferimentos nas pernas, Rhajier Machado Paganini, 27, sofreu escoriações pelo corpo e uma lesão no nariz depois de ter sido lançado pela explosão, a terceira vítima é Levi de Abreu, 27, que passou mal, e apresentou um quadro de ansiedade.

Os corpos das duas vítimas estão no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória. Segundo policiais civis as vítimas apresentavam queimaduras em 100% do corpo. 

De acordo com o Sindipetro-ES, os trabalhadores da Transpetro fizeram o primeiro combate do fogo e a Vale colocou a equipe de emergência em ação. Os trabalhadores que morreram são terceirizados da empresa JB, que presta serviços para a Petrobras. 

Em nota, a Petrobras informou que já instaurou uma comissão de investigação para apurar as causas da explosão seguida de incêndio. O acidente aconteceu enquanto uma manutenção programada na tubulação de óleo combustível do tanque de alimentação da caldeira do Terminal de Vitória, era feita. A estatal garante que não há vazamentos e nem risco para a população e que o fogo começou na tubulação que alimenta o tanque, que foi o equipamento que explodiu. A caldeira não estava operando no momento da explosão.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp