22/08/2015 às 11h11min - Atualizada em 22/08/2015 às 11h11min

Del Nero reage com tranquilidade à quebra de sigilio na CPI

Terra

O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, reagiu com tranquilidade à decisão da CPI do Futebol no Senado, que determinou nesta quinta-feira a quebra de seu sigilo fiscal e bancário. O dirigente comentou com alguns presidentes de federações estaduais e outros diretores da CBF que já previa a medida.
O Terra ouviu alguns de seus interlocutores, que confirmaram o tom de serenidade com que Del Nero recebeu a informação. Um dos presidentes de federações estaduais, que está no Rio para fazer um curso de gestão de futebol na CBF, contou que Del Nero ficou atento à transmissão da sessão da manhã desta quinta, no Senado.

O presidente já está se preparando há semanas com seus advogados para ser sabatinado na CPI. No entanto, a data de sua convocação ainda vai ser definida.

Entre os apoiadores de Del Nero, dirigentes que há muitos anos estão no comando do futebol em alguns Estados, há uma raciocínio corrente, do qual o presidente já fez uso mais de uma vez. Para eles, o ex-presidente da entidade, Ricardo Teixeira, passou momento muito mais delicado quando alvo de duas CPIs em 2000 e 2001, e ainda assim conseguiu sair ileso das investigações.

A situação de Del Nero passou a ser uma incógnita depois que o FBI prendeu José Maria Marin por crimes de corrupção em 27 de maio, na Suíça. Os dois eram inseparáveis no comando do futebol brasileiro desde 2012. A partir da ação da Justiça dos EUA, Del Nero resolveu não mais fazer viagens internacionais, num indício de que temeria que as investigações do FBI pudessem atingi-lo.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp