28/01/2021 às 11h53min - Atualizada em 28/01/2021 às 13h20min

Desenvolvimento de nanocosméticos impulsiona Brasil no ranking do mercado mundial de beleza e estética

Tecnologia que aprofunda a ação dos ativos na pele é utilizada por marcas nacionais, como a Anne Caroline Global, para lançar produtos com maior eficácia e benefícios

DINO
https://josepaulogit.com/

O mercado de cosméticos brasileiro é uma potência. Não à toa, o país é o quarto no ranking dos maiores produtores e consumidores do setor de beleza e cuidados pessoais do mundo, atrás apenas de Estados Unidos, China e Japão, de acordo com o Ranking Mundial de Consumo de HPPC  da Abihpec/Euromonitor. É por isso que os avanços tecnológicos não param de crescer, e um exemplo disso é a nanotecnologia.

Introduzida no Brasil há pouco mais de 15 anos, a técnica revolucionou a fabricação de cosméticos e passou a oferecer benefícios ainda mais atrativos, como melhor absorção, ação prolongada e um toque mais leve. Com a nanotecnologia, os ativos presentes na formulação de cada produto chegam até as camadas mais profundas da pele, sem que haja perda no meio do caminho, e, portanto, agem de forma mais eficaz.

A primeira marca de cosméticos do mundo a usar nanotecnologia foi a francesa L’Oreal Paris, no início da década de 1990, agitando o setor. Não demorou para que outras empresas investissem em pesquisa para desenvolver os seus próprios nanocosméticos. Passadas quase três décadas do lançamento, o mercado brasileiro é, hoje, repleto de marcas que usam essa tecnologia para melhorar os resultados e benefícios de seus cosméticos, como é o caso da Anne Caroline Global, lançada em 2019, que produz dermocosméticos com ativos altamente tecnológicos e comprovadamente eficazes, e distribui em canais de vendas em vários países.

Uma das inovações que se percebe com o uso da nanotecnologia no desenvolvimento de dermocosméticos é a ação eficaz de combate a rugas, flacidez e linhas de expressão. Um alento para o brasileiro, já que segundo estudo feito, em 2018, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, gasta-se mais com beleza do que com comida no Brasil. As mulheres, por exemplo, desembolsam em média 100 reais mensais em produtos e serviços de higiene, beleza e cuidados pessoais.

Tendo em vista esses dados e também as principais demandas estéticas de homens e mulheres, a Anne Caroline Global desenvolve nanocosméticos que combatem os efeitos visíveis do envelhecimento da pele, promovem cuidados faciais, capilares e corporais diários para evitar os danos causados pelos agentes externos como sal, cloro, poluição e exposição solar, e ainda oferecem tratamentos exclusivos para celulite, queda de cabelo, melasma, e outras condições. Entre os ativos utilizados estão Manteiga de Karité, trigo, óleos essenciais, Vitamina C, Vitamina E, carvão ativado, chá verde, colágeno, e muitos outros.

A diretora técnica da Anne Caroline Global, Liliane Oliveira, reitera que a nanotecnologia confere a esses ativos uma penetração com mais profundidade nas camadas da pele e cabelo, para garantir que não haja perda na superfície. “As nanocápsulas interagem com as células, oferecendo uma resposta efetiva e também uma ação prolongada dos resultados, de forma segura, para melhorar aspectos de rugas, flacidez ou manchas”, explica. Esse sistema proporciona maior efetividade frente aos cosméticos convencionais, que não utilizam nanotecnologia. Com isso é possível ter fórmulas reduzidas, com menos substâncias em sua composição, mas com melhor entrega e resultados.

 

Redes Sociais:

Instagram: @anneglobaloficial.bra , @anneglobalofficial.usa

Site: https://brz.annecarolineglobal.com/

 



Website: https://josepaulogit.com/
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp