20/01/2021 às 21h34min - Atualizada em 21/01/2021 às 00h00min

Aquecimento do mercado maranhense estimula lançamentos imobiliários

Artigo demonstra o aquecimento do mercado imobiliário no Maranhão e as políticas públicas criadas para facilitar o acesso à compra do imóvel.

DINO
http://grupodimensao.com/pt-br/

Apesar da pandemia de Covid-19, que vem afetando a economia e prejudicando diversos setores econômicos, o mercado imobiliário do Maranhão continua crescendo e favorecendo o lançamento de novos projetos. De acordo com informações do Conselho Regional de Corretores de Móveis do Maranhão (CRECI- MA), até meados de julho de 2020 o setor apresentou leve alta de 0,19%. A expectativa é que 2020 tenha terminado com elevação de 1,5% nas vendas de imóveis.

Ainda em julho de 2020, levantamento dos Cartórios de Notas do Brasil revelou que as operações envolvendo a comercialização de imóveis no estado apresentou aumento de 84% em relação ao mês de abril do mesmo ano. Os números colocam o Maranhão em quarto lugar entre os estados da Federação que obtiveram maior crescimento.

Antonio Barbosa de Alencar, presidente da Dimensão Engenharia, confirma e diz que esses números podem ser percebidos no dia a dia do seu segmento. Cada vez mais clientes procuram os canais digitais e os pontos de venda da empresa para conhecer os empreendimentos disponíveis. Inclusive, a tecnologia permite que o cliente assine o seu contrato digitalmente com toda a segurança.

Estímulos

Para 2021, as projeções também são otimistas. Isso porque o estado tem reduzido consecutivamente a taxa de juros para aquisição de imóveis, chegando ao menor valor da história no último mês de julho, com Selic fixada em 2,25%, diminuição de 0,75 ponto percentual em relação ao patamar anterior. E a tendência, de acordo com especialistas, é que os juros continuem reduzidos por um bom tempo.

Outra medida que deu impulso ao setor imobiliário no estado foi a decisão da Caixa Econômica Federal de incluir os custos de cartório e o Imposto de Transferência de Bens e Imóveis (ITBI) no plano de financiamento oferecido pela instituição para imóveis até R$ 1,5 milhão. Trata-se de uma ótima notícia para quem está em busca da casa própria, já que o ITBI maranhense varia entre 2% a 5% do valor total do imóvel, representando considerável acréscimo para o bolso do comprador.

Como esforço para manter o mercado em alta, a Caixa também anunciou, ainda, medidas para baratear os custos de operação das construtoras, já beneficiadas pela facilidade oferecida aos compradores para a aquisição de imóveis.

No contexto da pandemia, o mercado comemorou ainda a legislação editada pela Corregedoria Nacional de Justiça (CNJ) que autorizou a execução on-line de procurações e escrituras públicas, por meio da plataforma única e-Notariado. Assim, as transações podem ser concretizadas sem que as partes precisem sair de casa.

Segundo Antonio Barbosa de Alencar, presidente da Dimensão Engenharia, este é o melhor momento para a aquisição de imóveis no Maranhão: "Temos orgulho de nossas raízes. Realizar sonhos é um compromisso assumido com nossos clientes. Nunca tivemos condições tão favoráveis para a venda de imóveis no estado. A redução de taxas de juros nos bancos abre muitas oportunidades", declarou.

Outro lado

Apesar dos impactos negativos na economia, a epidemia da Covid-19 deu impulso a um novo estilo de vida, no qual as pessoas ficam mais tempo em casa. Muitos passaram, então, a buscar imóveis que se adequem ao novo normal, o que alavancou a procura por imóveis mais amplos, com comodidades como piscina e academia de ginástica, entre outros.

Entre os lançamentos do mercado maranhense que se ajustam à nova realidade mundial estão o 3D Towers Residence, o Space Calhau 2, o Reserva São Luís 4 e o Royalle Residente, todos da Dimensão Engenharia. Assim como esses, a Dimensão Engenharia está preparando novos lançamentos para 2021.



Website: http://grupodimensao.com/pt-br/
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp