08/01/2021 às 10h36min - Atualizada em 08/01/2021 às 10h36min

Governo Bolsonaro fará leilão de blocos de exploração de petróleo em Presidente Kennedy

Objetivo é atrair investimentos e descobrir novas fronteiras de produção no mar entre a Grande Vitória e a divisa com o Rio de Janeiro

- Com informações A Gazeta

O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) publicou nesta quinta-feira (7) uma resolução com a lista dos blocos exploratórios de petróleo e gás natural que serão leiloados na 17ª Rodada de Licitações, prevista para 7 de outubro. O edital prevê a oferta de sete blocos offshore (no mar) no Espírito Santo, na porção capixaba da Bacia de Campos.

Esses blocos estão localizados na faixa litorânea entre a Grande Vitória e a divisa com o Rio de Janeiro, confrontando com os municípios de Piúma, Itapemirim, Marataízes, Anchieta, Vila Velha, Guarapari e Presidente Kennedy.

As áreas fazem divisa com os limites do chamado polígono do pré-sal, que abrange de São Paulo ao Sul do Espírito Santo e é a maior região produtora do país.

O pré-edital prevê uma arrecadação mínima para o governo, a título de bônus de assinatura dos contratos, de R$ 45,25 milhões apenas com esses sete blocos, sendo seis do setor SC-AP1 e um no setor SC-AP3. Ao todo, serão ofertados 92 blocos nas bacias sedimentares marítimas de Potiguar, Campos, Santos e Pelotas.

O modelo exploratório de concessão previsto no pré-edital é o de novas fronteiras, onde ainda não há descobertas, que tem o objetivo de atrair investimentos para regiões ainda pouco conhecidas geologicamente ou com barreiras tecnológicas a serem vencidas, buscando a identificação de novas bacias produtoras.

Blocos exploratórios são áreas com potencial para descoberta de acumulação de óleo e gás. Na fase exploração, são realizados investimentos de prospecção para descobrir óleo e identificar se é viável ou não sua produção comercialmente. A fase de exploração poderá ser de até sete anos.

MAIS LEILÕES
Para 2022, segue programada a 18ª Rodada de Licitações, que prevê a oferta de blocos de águas ultraprofundas fora do polígono do pré-sal da Bacia do Espírito Santo (setores SES-AUP2, SES-AUP3 e SES-VT).

Ainda não foram divulgados os campos desse novo leilão, a data, nem o modelo exploratório. Esses setores ficam localizados na faixa litorânea ao Norte do Estado, entre a Grande Vitória e a divisa com a Bahia, e ficam próximos a outros blocos exploratórios já leiloados e a campos produtores como os de Golfinho e Camarupim, sob concessão da Petrobras, mas em processo de venda.

No final de 2020, um outro leilão foi realizado pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em que foram arrematados sete blocos de exploração em terra no Norte do Espírito Santo. As compradoras foram a Imetame e a Energy Platform (EnP), que vão começar a fase de exploração em 2022.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp