30/11/2020 às 13h58min - Atualizada em 30/11/2020 às 14h20min

Percepção desatualizada sobre canais e formatos publicitários gera perda de oportunidades no ambiente digital

Uma imagem associada a um título impactante em forma de recomendação no final de um artigo pode ser a primeira ideia associada a publicidade nativa, mas hoje ela vai muito além disso. Aliar experiências publicitárias não intrusivas em ambientes premium e seguros são ativos fundamentais no ambiente digital em 2020.

DINO
https://bit.ly/OutbrainSmartads

Os eventos de 2020 trouxeram impactos significativos e duradouros em toda a indústria da publicidade. A mudança comportamental atrelada ao cenário socioeconômico atual fez com que os consumidores passassem a valorizar ambientes confiáveis e publicidade objetiva. Diante disso, nossa indústria vem se adaptando a esta nova realidade e abrindo caminho para uma nova era em que os consumidores realmente vêm em primeiro lugar.
Trabalhar o brand safety em um mundo de plataformas baseadas no conteúdo gerado pelo usuário, que pode ser prejudicial e enganoso, é um grande desafio para as marcas. Para que os profissionais de marketing atinjam a escala que desejam sem comprometer a reputação de suas marcas, é preciso ter escolhas mais significativas fora do duopólio e empresas de publicidade nativa na open web, como por exemplo a Outbrain, ganham força justamente por reunirem essas características.

A evolução do formato

Para atender às novas necessidades do mercado a Outbrain desenvolveu uma série de novos formatos e funcionalidades de segmentação e otimização para auxiliar os profissionais de marketing ao longo de todo o funil de conversão.
Os chamados Smartads se encaixam dinamicamente nas posições nativas e proprietárias da Outbrain em toda rede de premium publishers parceiros - criando a experiência nativa mais relevante para o consumidor na web aberta. Com base nos reais interesses da audiência, eles entregam uma experiência mais relevante e contínua ao usuário que não deseja ser interrompido, mas que está disposto a descobrir algo novo.

O Smartad Standard e o High Impact - com foco em mobile, os mais clássicos oferecidos pela Outbrain, fornecem uma maneira direta de entregar a mensagem. Composto originalmente por uma imagem estática, texto e uma fonte, o formato evoluiu e hoje os anunciantes podem trabalhar com imagens em GIF, adicionar botões de CTA e adicionar personalização baseada na geolocalização do usuário.

Já o Carrossel Smartad, outro lançamento recente, oferece uma galeria deslizante de até dez imagens, onde marcas podem explorar uma maior diversidade de ofertas para impulsionar as conversões. A experiência permite um melhor aproveitamento do espaço publicitário em um único Outbrain Smartad, ao mesmo tempo em que conduz ações por meio dos botões de CTAs.

O crescimento dos downloads e consumo de apps e o crescimento da preocupação com as políticas de privacidade, principalmente após o anúncio do novo iOS 14, conduziram ao lançamento do App Install Smartad. Focado em anunciantes de aplicativos, o novo formato publicitário foi pensado para gerar downloads de consumidores com alto LTV. Desde sua versão beta, lançada em junho, demonstrou gerar mais conversões a um menor custo, com taxas de conversão até 90% maiores do que os anúncios nativos padrão, a um custo por aquisição reduzido.

A Outbrain também conta com os formatos Vídeo Outstream, em que o vídeo da campanha começa a ser reproduzido assim que é visualizado para garantir que o consumidor esteja envolvido e evitar uma experiência de anúncio interruptiva; e o Vídeo Click-to-watch, em que a interação com a marca acontece por meio de uma experiência de vídeo imersiva e interativa que gera engajamento significativo e resultados concretos. Este formato é mais adequado para vídeos de duração longa, pois é 100% iniciado pelo usuário e só é reproduzido quando ele opta por interagir e "clica para assistir".

Percepção de qualidade dos anúncios

Se a percepção elaborada sobre um formato ou meio está desatualizada ou se os profissionais de marketing não dedicam tempo para acompanhar a evolução do meio, isso pode criar vieses e levar a decisões precipitadas.
O termo clickbait é algo comumente associado a uma imagem e a um título sensacionalista e é algo que não está restrito aos formatos nativos. O recurso é utilizado em diversos outros formatos digitais que tem como objetivo fazer com que o usuário clique na peça e acabe então chegando a uma landing page que não reflete aquilo que esperava encontrar. É uma prática que deve ser combatida por todos os players da indústria e que é tratada como prioridade na Outbrain.
Além de ter sido pioneira na implementação de diretrizes de publicidade para seus espaços, a Outbrain trabalha com diversas camadas de revisão e aprovação de conteúdo para garantir que o conteúdo publicitário esteja de acordo com os padrões estabelecidos, garantindo a credibilidade dos publishers nos quais serão veiculados e acima de tudo, a confiança do leitor.

Protagonismo no futuro

O caminho a seguir é um futuro em que os premium publishers sejam o ponto de referência onde o público possa obter informações confiáveis e verificáveis; onde a preferência do consumidor é ouvida e posta em prática; e onde os anunciantes estão pagando pelo verdadeiro engajamento, em vez de impressões ao léu. O tema comum para publishers e anunciantes é a busca por uma alternativa poderosa que reduza a dependência do duopólio. Conforme abrimos a porta para o próximo capítulo da publicidade digital, é importante se perguntar: "Como eu quero que seja esse futuro?"


Por Fernanda Negrini - Gerente de Marketing da Outbrain Brasil



Website: https://bit.ly/OutbrainSmartads
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp