19/11/2020 às 09h50min - Atualizada em 19/11/2020 às 09h50min

​Vereadores encolhem votação em relação a 2016; Mirian e Timá foram os que menos perderam campo

Da Redação
As eleições 2020 mostraram que em Presidente Kennedy, vereadores encolheram no número de votos, com destaque para Mirian e Timá que por muito pouco não conseguiram manter sua votação em comparação a 2016. Mirian encolheu apenas cinco votos (640 - 2016 x 635 - 2020) em relação a 2016 e Timá, treze votos (586 - 2016 x 573 - 2020). 

Entre os reeleitos, os que mais perderam campo foram: Bartolomeu, 148 votos a menos (602 - 2016 x 454 - 2020) e  Antônio Picute, 116 votos a menos (545 - 2020 x 429 - 2016).

Os eleitos este ano que não conseguiram entrar na casa legislativa em 2016 tiveram um crescimento nos votos: Zé Murrinha teve 151 votos a mais (84 - 2016 x  235 - 2020), Marquinho da Cooperativa teve 39 votos a mais (317 - 2016 x  356 - 2020) e Tercinho, nove votos a mais (392 - 2016 x 401 - 2020).

Os vereadores que não conseguiram a reeleição foram os que mais pederam campo: Verinha da Saúde, 274 votos a menos, Daniel Gomes, 254 votos a menos e Preto 133 votos a menos em comparação a 2016.

Votação completa dos vereadores aqui.

Análise
É muito difícil manter a votação ou crescer quando se no cargo de vereador em qualquer lugar. Os eleitores colocam muitas expectativas nos vereadores, contando muitas vezes que eles os ajudarão diretamente. De fato, muitos serão, mas é impossível beneficiar todos se não for pensando no coletivo (toda população).

Conseguir um emprego, viabilizar uma cesta básica, um dinheiro para comprar um gás ou pagar uma conta, não é papel do vereador, seu papel é legislar e fiscalizar, isso sim o eleitor deve cobrar de todos os vereadores.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp