12/11/2020 às 17h20min - Atualizada em 13/11/2020 às 00h01min

Soft Skills: profissionais da área de tecnologia contam quais as habilidades mais valorizadas no mercado

As soft skills são habilidades extremamente importantes para o mercado de trabalho. Veja o que elas são, quais as mais relevantes e porque é necessário desenvolvê-las.

DINO
http://betrybe.com

As soft skills são habilidades indispensáveis no currículo de quem quer se inserir no mercado de trabalho de tecnologia. E, colocá-las em prática tornou-se um requisito para se manter no emprego dos sonhos. Segundo a pesquisa realizada pela empresa de recrutamento especializado Page Personnel, 9 em cada 10 profissionais são demitidos ou demitidas pelo perfil comportamental.

Por esse motivo, entender o que são essas habilidades e quais delas são indispensáveis na área em que você atua é o próximo passo para se destacar.

Ao contrário das habilidades técnicas (também conhecidas como hard skills), as soft skills são habilidades comportamentais ligadas às experiências pessoais e à personalidade. A COO da empresa de tecnologia SmarttBot, Ana Nery, afirma que "as soft skills vão muito além do técnico — que é totalmente possível de ensinar. Elas devem ser trabalhadas e estão ligadas ao autoconhecimento".

Camila Guimarães, Head de Gente e Gestão da Group Software, empresa de tecnologia presente no mercado há 23 anos, define soft skills como a forma com que a pessoa se comporta durante sua trajetória profissional.
Para entender a diferença entre hard skills e soft skills, a gerente de gestão aponta alguns exemplos: "hard skill é o conhecimento de uma linguagem, como Python, ou de um idioma. Já a soft skill tem a ver com as experiências e comportamentos que nós desenvolvemos desde a infância — são habilidades interpessoais que auxiliam a pessoa a se desenvolver no trabalho".

Desenvolver soft skills e aplicá-las nas diversas etapas do processo de conquista de um emprego é fundamental. Para Ingrid Rosselis, engenheira de Software Back-end na SmarttBot, a comunicação, que é uma das habilidades comportamentais mais importantes, tem papel essencial no aprendizado: "ter soft skills faz com que você aprenda mais, porque saber comunicar sua dúvida faz a diferença no aprendizado", comenta Rosselis.

Além disso, não desenvolver as soft skills impede o crescimento profissional e até mesmo inviabiliza que pessoas alcancem a carreira desejada, como defende o Head de Produtos da Group Software, Gustavo Duarte: "nós vemos pessoas profissionais fantásticas e tecnicamente qualificadas, mas que não desenvolveram as soft skills. São pessoas que poderiam ir muito longe no trabalho e na vida, mas que deixam de se desenvolver".

Para o mercado, Já não basta demonstrar apenas habilidades técnicas em uma entrevista de emprego, por exemplo. É necessário expressar um número significativo de habilidades comportamentais para se destacar, segundo Ana Nery: "nós já passamos por processos seletivos em que a pessoa não atendia os requisitos técnicos, mas era perceptível que ela se encaixava culturalmente com a empresa e, por isso, entendemos que valia a pena investir nela".

É normal que profissionais procurem formas de evidenciar ou decorar as soft skills buscadas por quem as avalia durante a entrevista. No entanto, Camila Guimarães garante que essa não é a melhor prática: "quando falamos da nossa história de vida, falamos de soft skills sem ser superficial ou clichê. No processo, não vá com o discurso ensaiado, proponha-se a contar a sua história e ela estará carregada de soft skills, naturalmente".

É importante ressaltar que as soft skills fazem diferença não apenas durante a tentativa de inserção no mercado de trabalho, mas são muito importantes também no dia a dia dentro de uma organização. Voltando no assunto sobre fit cultural, Ana Nery afirma que algumas pessoas colaboradoras já foram demitidas devido à ausência de habilidades comportamentais valorizadas pela SmarttBot: "já tivemos que desligar pessoas que eram boas tecnicamente falando, mas que não se encaixavam com a cultura da empresa", comenta.

Algumas soft skills estão mais desenvolvidas em algumas pessoas do que em outras. Porém, isso não impede que as habilidades sejam aperfeiçoadas, principalmente aquelas que são essenciais na área em que se trabalha.
Camila Guimarães elenca as soft skills indispensáveis na Group Software: "nós perseguimos uma série de soft skills como a colaboração , ou seja, capacidade de trabalhar em grupo. Ter empatia com o outro e saber motivá-lo é importante, assim como ter criatividade, porque fazer o básico já não dá mais".

Além dessas soft skills, a gerente de gestão fala sobre flexibilidade , ou seja conseguir se adaptar às mudanças e encará-las com otimismo. Outro ponto importante é a comunicação, não apenas para se fazer compreender em uma mensagem, mas também para saber escutar a outra pessoa. Nessa lista também não poderia faltar a inteligência emocional , que vem aliada ao pensamento crítico.

Não se perder na execução das tarefas é outra soft skill importante para Camila Guimarães: "gestão do tempo e saber organizá-lo é algo muito precioso, além de ter capacidade de saber liderar sem ser líder. A pessoa com senso de liderança vai muito mais longe e consegue minimizar qualquer conflito". Por fim, gostar de aprender e ter paixão por sair da zona de conforto não ficam de fora dessa lista e são essenciais para a rotina de trabalho.

Vale ressaltar que, apesar das soft skills mais valorizadas variarem de acordo com a área de atuação, algumas delas são fundamentais independentemente do ramo. Podemos citar como exemplo a boa comunicação, a empatia e senso de colaboração. Pensando nas pessoas que querem se tornar boas desenvolvedoras, Ingrid Rosselis conclui que são necessárias duas habilidades comportamentais principais: "saber se comunicar e ter resiliência".



Website: http://betrybe.com
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp