12/11/2020 às 17h56min - Atualizada em 13/11/2020 às 00h00min

Mercado de soluções de videoconferência é impulsionado por escritórios híbridos, remotos e plus

Estima-se que até 2024, os encontros presenciais devem perder espaço e representar apenas 25% das reuniões corporativas

DINO
http://unentel.com.br/

O crescimento do home office durante os primeiros meses de pandemia expandiu a base de usuários das salas de reuniões online. De acordo com a Gartner, os gastos globais do usuário final em webconferências este ano devem atingir US$ 4,1 bilhões, aumento de 24,3% em relação ao ano anterior. Contudo, mesmo com o retorno gradual do trabalho presencial, as videoconferências se mantiveram ativas, mostrando que o investimento em dispositivos de áudio e vídeo em rede terão vida longa no ambiente corporativo.

No Brasil, este novo hábito foi incorporado de vez por diversas empresas. Desde o início da pandemia mais de 800 corporações adquiriram produtos de videoconferência intermediados pela Unentel Soluções. O curioso é que desde o início do retorno gradual aos escritórios, a Unentel já contabiliza mais de 5 mil salas de reuniões corporativas intermediadas.

"Empresas de todos os portes entenderam a necessidade de profissionalizar as ferramentas e meios de comunicação. Acredito que essa reeducação na forma de se trabalhar é uma mudança que deve se estabelecer em definitivo no mundo corporativo, e que deve trazer um aumento de produtividade no médio e longo prazo, com redução de viagens desnecessárias e tempo perdido no trânsito das grandes metrópoles", explica o vice-presidente executivo da Unentel, Frederico Passos.

A empresa projeta que para 2021 as salas de reunião devem se consolidar nos novos ambientes corporativos - e não mais como uma ação emergencial. Apenas no mercado brasileiro, já são mais de 250.000 profissionais impactados por devices intermediados pela companhia que integra soluções tecnológicas de voz, vídeo e dados.

Previsões da Gartner estimam que as reuniões presenciais devem perder espaço e representar apenas 25% dos encontros de trabalho até 2024. De olho na economia que a tecnologia proporcionou para empresas de diferentes portes durante o isolamento social, o home office e as tecnologias de áudio e vídeo em rede serão ferramentas de trabalho indispensáveis para profissionais daqui para frente, cada vez mais conectados.



Website: http://unentel.com.br/
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp