10/11/2020 às 14h54min - Atualizada em 11/11/2020 às 00h00min

Mercado de eventos volta a aquecer após 8 meses de pandemia

Em São Paulo, os eventos voltaram a acontecer, com restrições, no dia 9 de outubro, quando a cidade passou para a fase verde do plano de flexibilização

DINO
http://[email protected]

Um dos setores mais afetados para crise da Covid-19 foi o de eventos. Como o isolamento social foi uma das medidas para conter aglomeração de pessoas e evitar a proliferação da doença, festas, casamentos, reuniões e shows foram as primeiras atividades a enfrentar proibições Brasil e uma das últimas a voltar. Um levantamento feito pelo Sebrae, em abril, mostra que a pandemia do Coronavírus afetou 98% do setor.

Em São Paulo, os eventos voltaram a acontecer, com restrições, no dia 9 de outubro, quando a cidade passou para a fase verde do plano de flexibilização.
A empresária Suzana Freire, que atua no mercado de eventos há 6 anos, sentiu de perto a crise causada pela pandemia.

"Fomos atingidos no nosso coração. Nosso core business é aglomerar pessoas, exatamente o que não se podia fazer. Então foi um choque muito grande. A incerteza da volta foi nosso maior medo. Queríamos voltar logo, mas sabendo de nossa responsabilidade social com clientes e fornecedores", argumenta Suzana.

Mesmo com o cancelamento das festas, Suzana e o sócio Daniel Freire, ambos advogados, precisaram manter contato com os clientes e remarcar as festas para uma data que ainda não estava definida, já que ainda não há previsão para a vacina na cidade. O que antes era resolvido em uma reunião olho no olho entre empresários e clientes, se tornou um momento mais distante.

"Nossos procedimentos internos já eram todos online, nesse ponto não sofremos muito. Mas trabalhamos com alta personalização de nossos eventos e grande acessibilidade aos nossos clientes. Por isso, o contato pessoal é muito próximo com os noivos. A distância e a frieza do contato online nos obrigou a mudar a maneira de nos relacionar com eles para que esta proximidade não fosse perdida", diz Daniel.

A empresa já é conhecida no mundo das celebridades. O apresentador Danilo Gentili e a influenciadora Tata Estaniecki são alguns dos clientes que já contrataram o trabalho do casal. Este ano, com a pandemia e com tantos eventos cancelados, Suzana e Daniel usaram o tempo de Home Office para reorganizar os eventos da empresa e planejar futuras contratações.

"Somos sempre muito otimistas e fizemos a única coisa que podíamos fazer. Trabalhar mais ainda do que antes da pandemia e planejar muito o 2021. E parece que deu certo. Os planos parecem estar dando certo antes de terminar o ano", comemora Suzana.

A empresa de eventos também aproveitou o momento de crise para fazer parcerias com outros empresários do ramo. A Ananda Souza Fotografia foi uma das que se juntou para colaborar com fotos para divulgação de empresas do setor de eventos. A fotógrafa acompanhou um dia do casal nos preparativos para a retomada das atividades. As fotos foram usadas por Suzana e Daniel para motivar um novo recomeço. Apesar da crise causada pela Covid-19, eles pretendem fechar 2020 com chave de ouro. Muitos planos já foram elaborados e o casal aguarda ansiosamente por 2021, para que os rumos do negócio voltem a caminhar como antes.



Website: http://[email protected]
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp