19/06/2015 às 21h36min - Atualizada em 19/06/2015 às 21h36min

Em seis horas, quadrilha faz arrastão em oito apartamentos em áreas nobres da Grande Vitória

Os crimes aconteceram no último domingo. Ainda de acordo com as investigações, a quadrilha, que continua foragida, pode ser a mesma que atuava em Minas Gerais

Folha Vitória

A polícia está a procura de uma quadrilha acusada de cometer furtos em apartamentos localizados em bairros nobres da Grande Vitória. Segundo a polícia, em apenas seis horas, eles conseguiram invadir oito residências - seis na Praia da Costa, em Vila Velha, e dois na Praia do Canto, Vitória. Os crimes aconteceram no último domingo (14). Ainda de acordo com as investigações, a quadrilha pode ser a mesma que atuava em Minas Gerais.

Na tarde desta sexta-feira (19), a delegada Claudia Dematté, da Delegacia da Praia do Canto, divulgou imagens de videomonitoramento dos prédios invadidos pela gangue. Até o momento, nenhum dos quatro suspeitos foi preso.

De acordo com Dematté, em momento algum eles precisaram de arma ou violência. A tática era sempre a mesma: simpatia e boa lábia.

"Eles agem de maneira dissimulada e aproveitando das fragilidades dos edifícios em que eles conseguem entrar. Muitas vezes eles passam como se fossem moradores ou fingem que vão participar de um churrasco, ou de outra festa que esteja acontecendo, e entram com os convidados. Os porteiros muitas vezes não perguntaram a identificação das pessoas. Ou então não tinha porteiro na unidade e simplesmente, por a pessoa falar que era moradora e tinha esquecido a chave, ela conseguia adentrar no edifício", disse a delegada.

O primeiro registro da ação da quadrilha foi feito por volta das 13 horas e o último às 19 horas. Segundo a polícia, um veículo preto foi utilizado em todas as ações. 

Às 13h40, dois dos suspeitos chegam ao primeiro endereço. A mulher e o comparsa de camisa azul tocam o interfone e conseguem entrar. Dezoito minutos depois, ela passa com o terceiro integrante da quadrilha. Para a policia ele é o responsável por remover as fechaduras das portas. 

Em outro prédio, os bandidos não tiveram sucesso. Às 14h07 a mulher e o homem de azul são flagrados entrando em outro edifício. Vinte minutos depois, o trio sai levando bolsas e mochilas, furtados de um apartamento.

O método utilizado pelo grupo ficou claro nas imagens. Em um dos prédios da Praia do Canto, a mulher e o homem de camisa azul entram como se fossem um casal e encontram uma família no elevador. Eles conversam com as crianças e até brincam com o cachorro. 

Depois eles param em um dos andares e parecem procurar uma porta mais frágil. Como não encontram, decidem buscar em outro andar. Minutos depois, eles dão de cara com outros moradores. Para disfarçar, fingem que estão no pavimento errado, cumprimentam as pessoas e seguem para outro andar.

Na última invasão do domingo, um quarto suspeito aparece nas imagens. Primeiro os três invasores, já conhecidos, entram juntos. Minutos depois um jovem de boné e agasalho pretos aparece no hall do prédio. A função dele é vigiar a movimentação na entrada, para que não haja flagrantes. Pouco depois das 18h30, o bando sai levando mais produtos roubados. São bolsas, roupas de marca, joias e eletrônicos e outros artigos de luxo.

"Fica o alerta! Tem que se ter um controle rigoroso, porque isso visa a garantir a segurança de todas as pessoas que moram naquele edifício", destacou Claudia Dematté.

Investigações

As investigações no Espírito Santo começaram há uma semana. Segundo a delegada, há fortes indícios de que esta seja a mesma quadrilha que invadiu 13 apartamentos na área nobre de Pouso Alegre, em Minas Gerais. 

Segundo as testemunhas ouvidas pela polícia, a mulher tem sotaque mineiro e exibe ainda uma tatuagem em forma de laço no ombro esquerdo. Um dos suspeitos apresenta, no braço direito, uma tatuagem grande, em forma de tribal.  

Qualquer informação que possa ajuda a polícia a prender os suspeitos deve ser repassada por meio do disque-denúncia, no número 181. Não é preciso se identificar.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp