01/06/2015 às 19h52min - Atualizada em 01/06/2015 às 19h52min

Lavrador diz que esposa matou vendedora em Divino de São Lourenço por ciúmes

Segundo Edimar Aparecido, apontado como o principal suspeito do crime, Rosângela Salino tinha ciúmes de Andriele Lemos somente porque ele olhava para a jovem

Folha Vitória

A esposa do lavrador Edimar Aparecido da Silva, de 26 anos, que era apontado pela polícia como principal suspeito de assassinar a vendedora Andriele Aparecida Ambrozini Lemos, de 18, em Divino de São Lourenço, na região do Caparaó, foi presa nesta segunda-feira (1º). O lavrador disse à polícia que Rosângela Salino Machado da Silva, de 31 anos, foi a autora do crime. Segundo ele, a motivação do homicídio foi ciúmes.

Edimar, que continua preso no Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim, afirmou que nunca teve envolvimento amoroso com Andriele. Segundo o lavrador, ele apenas a olhava quando a jovem passava em frente à sua casa, o que deixava a esposa com ciúmes.

Edimar contou que Rosângela é doméstica e saiu do serviço por volta das 13 horas. Em seguida, teria marcado com a vítima de comprar uns produtos de beleza. 

Andriele foi ao local e, ao entrar no quarto de Rosângela, foi atingida com um golpe na cabeça. A suspeita segurava um pedaço de madeira. Depois ela pediu a enxada para o marido e efetuou outros golpes. 

O casal, que tem um filha de sete meses, colocou o corpo em uma carroça e enterrou a vítima em um cafezal. Por volta das 16 horas, Edimar deixou a esposa no serviço.

Rosângela negou a autoria do crime e disse que o marido está mentindo. Mesmo assim foi encaminhada ao presídio feminino de Cachoeiro de Itapemirim. Doze pessoas já foram ouvidas sobre o caso. A polícia ainda aguarda o resultado da perícia.

Dois primos de Andriele chegaram a atear fogo na casa de Edimar, na semana passada, por vingança. Eles responderão pelo crime em liberdade.

O corpo de Andriele foi encontrado na manhã do dia 23. Ele estava enterrado em uma cova rasa, em um cafezal desativado que fica em frente à casa onde a jovem morava com a família.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp