18/03/2020 às 12h40min - Atualizada em 18/03/2020 às 12h40min

O desafio de virar a página na história

Por Fábio Jordão
Passaram-se 10 meses da interinidade do prefeito Dorlei Fontão, em Presidente Kennedy. Com a postura de não olhar pelo retrovisor, pensando apenas no futuro do município, ele acumula uma série de escolhas acertadas e abriu as portas da prefeitura para o povo, mostrando como é possível fazer uma gestão compartilhada, transparente e participativa. O seu maior desafio é virar a página da história recente e colocar a cidade no lugar de destaque positivo que ela merece. Ao que tudo indica, está caminhando para isso.

É desafiador assumir o município nas condições em que foram impostas para Dorlei. Desde que se viu diante desse cenário, sua postura sempre foi de austeridade e punho firme. Tem tido a coragem de falar “não” para muita gente, e isso talvez seja o mais difícil, diante de uma população carente de tudo. 

Mas, como acontece no Brasil do presidente Bolsonaro, é preciso piorar um pouco, para depois melhorar, afinal, os efeitos da crise ainda podem ser sentidos. Dorlei faz o possível para tirar Presidente Kennedy do isolamento. E tem conseguido: aproximou o Governo do Estado, estreitou o diálogo com os órgãos de controle externo, conversa com os prefeitos das cidades vizinhas, e, por incrível que pareça, trouxe paz na tumultuada política kennedense. 

Recentemente, a prefeitura divulgou que está concluindo os projetos para levar água e esgoto tratados para todo o município. Pode parecer óbvio e tardio, e é, mas é uma situação que se arrasta por tantos anos e só agora parece que realmente vai sair do papel. Em apenas 10 meses de administração, conseguir mostrar que está fazendo algo nesse sentido demonstra não só que Dorlei entende as prioridades do município, como tem a sensibilidade de identificar o que é verdadeiramente um problema a ser resolvido para o povo kennedense.

Dorlei tem experiência política. Mais do que isso, como homem do campo que é e que nunca abriu de mão de suas raízes, tem conhecimento profundo sobre Presidente Kennedy e suas reais necessidades. Não adianta querer obras e ações faraônicas para uma cidade que precisa do básico. 

O que se espera de um prefeito de Presidente Kennedy é exatamente o que Dorlei tem sido: homem simples, que atende e olha no olho do povo, diz as verdades que precisam ser ditas, mas atua administrativamente para executar um plano de governo que utilize toda a riqueza que o município possui em benefício da população, não de interesses políticos pessoais ou de projetos megalomaníacos que surgem diariamente na porta da prefeitura. 

O que precisa ser feito em Presidente Kennedy, Dorlei, como bom kennedense, sabe. E diante da realidade imposta, não dá para esperar de um gestor ações impensadas, irresponsáveis e politiqueiras. Quem promete e muitas das vezes até espera isso do prefeito, está equivocado. Precisamos desse equilíbrio administrativo que Dorlei vem trazendo para Presidente Kennedy. É preciso caminhar um passo de cada vez e, para quem verdadeiramente quer ver nossa cidade crescer e se desenvolver, torcer para dar certo. Chega da turma do quanto pior, melhor. Vamos colocar Presidente Kennedy acima dos interesses particulares. A cidade está no caminho certo.
Link
Relacionadas »
Comentários »